VIDA PROFISSIONAL | The Future Awaits

julho 28, 2017


Aquilo que mais quero para a minha vida profissional não se traduz em números ou reconhecimentos. O meu grande desejo e objectivo não é muito diferente do da maioria das pessoas. Não é mais nem menos. É simplesmente encontrar um local que me permita fazer o que gosto, enquanto aprendo, cresço e onde me motivo diariamente. Sonho - e trabalho para -, acordar todos os dias feliz e com uma motivação imensa para dar início a mais um dia. É esse o objectivo último no campo profissional - aliar um bom local, um salário justo e tarefas motivadoras, a um ambiente feliz e desafiante, de união e crescimento.

Tenho a consciência de que é algo ambicioso esperar uma harmonia a este nível, em que tudo se conjuga de forma favorável e que nos permite entrar e sair felizes, depois de fazermos o que gostamos. Parece quase utópico pensar num cenário assim. Principalmente quando, em muitos dos locais que nos recebem, existe quem não goste do que faz; quem assuma funções de forma obrigada ou quem não tenha perfil para fazer o que faz, tornando o seu dia num ritual de insatisfação, repetido em loop semanas, meses e anos; Existe quem contagie os outros com o seu negativismo, quem tenha aversão a novidade e mudança, quem não se entusiasme, nem se desafie e existe quem não evolua, nem faça evoluir os outros; E existe quem se acomode.

Existe de tudo e eu ainda não vi nada. Só agora estou a começar e, por isso, assisto a todos estes cenários de bancada, com o distanciamento suficiente que me permite avaliar tudo e pensar sobre qual será a minha posição quando chegar a minha vez de exercer. Acho que estou numa posição privilegiada mas, ao mesmo tempo, de grande responsabilidade, pois tenho em mim a capacidade e a oportunidade de começar do zero, livre de hábitos e manhas e, sobretudo, de fazer melhor. Pelo menos a motivação existe e faço para que se mantenha, porque acho que tudo começa em nós e na nossa vontade de querer fazer mais e melhor.

Há alturas em que me sinto debaixo de um céu carregado de nuvens escuras, prestes a transbordar. E aí sou tomada pelo peso das minhas preocupações, receios e ansiedade e deixo-me abater. Nem sempre é simples como gostaria, mas apesar de uma ou outra adversidade, não gosto de me lamentar, pois sei que tenho muito apoio do meu do meu lado e ainda estou a começar. E é esse lado positivo que tento destacar. Ainda que sintamos que existam mil e uma forças contrárias às nossas e que tropecemos uma ou meia dúzia de vezes pelo caminho, acredito que a persistência e a resiliência darão frutos. E as coisas sabem sempre melhor quando as conquistamos com algum esforço, não é verdade?

A imagem é da minha autoria. Agradeço que não a utilizem sem autorização prévia. 

Publicações Relacionadas

10 Comentários

  1. Depois de ler este texto, tenho a certeza que te vais sair lindamente no trabalho que fizeres e arranjares e, também sinto que vais conseguir discernir se te adaptas e visualizas a longo prazo em certo local.
    Que sejas feliz no teu futuro trabalhador. Beijinhos.

    ResponderEliminar
  2. Eu gosto sempre de olhar para o lado profissional como um caminho para aperfeiçoar os meus talentos e vocações e não como uma prisão ou um espaço a que me obrigo a permanecer para pagar contas. É uma utopia aquela frase "faz o que gostas e nunca irás trabalhar na vida"; trabalhas muito, ficas cansada e, mesmo no teu emprego de sonho, vais desejar descansar e ter umas férias. Mas fazermos o que gostamos - ou aprender mais - pode ser tão incrível (para os outros e para nós). A forma como vês esse desafio que está por começar é óptima e faz por mantê-la, mesmo que dês de caras com a desmotivação, o cinismo, a preguiça ou a maldade. Nunca percas essa vontade de aprender e fazer coisas.
    Torço por ti. Tenho a certeza de que o teu caminho profissional será muito bonito e estimulante :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É uma grande verdade o que disseste. Muito obrigada, Inês :)

      Eliminar
  3. O meu objetivo também é esse, conjugar um bom salário com um bom ambiente, bons colegas e gosto pelo que faço. É, nos dias de hoje, demasiado ambiciosa, mas estou disposta a lutar para obter esta harmonia.
    Beijinhos,
    Cherry
    Blog: Life of Cherry

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ter esse objectivo e motivação é meio caminho :)

      Eliminar
  4. Revejo-me nesta publicação, não como alguém que vai agora iniciar a sua vida profissional, mas sim como alguém que eventualmente vai pôr em prática aquilo que aprendeu ao longo de uma vida e encontra-se cheia de dúvidas em relação ao futuro.

    Tenho a mesma perspetiva que tu. Espero ver na minha vida profissional um lugar de crescimento pessoal e de reconhecimento.

    Tu, com este texto, mostras que estás bem ciente das adversidades que poderás encontrar, mas também tens confiança em ti e nas tuas capacidades para aproveitar todas as oportunidades. Boa sorte!! (:

    ResponderEliminar
  5. Identifiquei-me em muito do que disseste, não só no que espero para o meu futuro profissional mas também em relação ao que quero que parta de mim, a motivação e a vontade de melhorar as coisas que tenho. Além disso, o facto de sermos de áreas próximas ainda faz com que essa ligação se torne mais evidente. :)
    Espero honestamente que o teu futuro profissional (e não só, claro) seja como desejas e que possas progredir e contribuir para uma melhoria do trabalho em geral, e da (neuro)psicologia em particular!

    With love, Miss Melfe

    ResponderEliminar
  6. Revejo-me muito nestas tuas palavras. E espero, de coração, que a tua vida profissional seja carregada de coisas boas.

    ResponderEliminar